Uma vida acadêmica – Parte 1

Conversando com Waldyr Soares — criador da Aeróbica Brasil, Fundador da Fitness Brasil, responsável pela entrada da Ihrsa Internacional no Brasil e criador da Humana Academy — foi possível aprender muito sobre o mundo fitness e empreendedorismo, trouxemos um pouco desses aprendizados para você.

  • Grande empreendedor
  • Novas ideias
  • Percepção
  • Novos caminhos

Grande empreendedor

Waldyr construiu um modelo de empreendedorismo quando nem se falava disso. Ele diz que não fez nada de novo, apenas se baseou nos Estados Unidos, ou seja, ele conseguiu perceber algo que estava indo bem em outro país e trouxe para o nosso, teve visão para captar isso. 

Ele trouxe o campeonato Aeróbica Brasil, que era um campeonato americano, na primeira competição já teve sete mil pessoas instantâneas. Esse campeonato acabou depois de 10 anos e deixou um legado para o mundo. O motivo de ter acabado foi que o comitê olímpico chamou o Waldyr para Paris e disseram para ele entrar com eles ou iriam fazer um outro campeonato que levaria os atletas para as olimpíadas. Em Paris, ele já começou a pensar no que faria a seguir.

Novas ideias

Ele percebeu que a educação física era o que mais se assemelhava à dança e foi em busca da USP. Ela o apoiou e ele montou um comitê técnico para serem os jurados. Isso fez com que a ginástica aeróbica ficasse dentro do segmento da educação física, depois veio a zumba e outros derivados.

Em seguida, resolveu fazer um congresso para profissionais de educação física, o qual teve quatro mil e quinhentas pessoas, isso em 1985. Para passar informação para essas pessoas, ele resolveu fazer a Fitness Brasil. A primeira foi na USP, mas foram 300 pessoas, menos do que o esperado. Analisando, perceberam que o erro foi o local. Então, ele começou a fazer em Santos, teria diversão e educação, ideia que deu certo, em trinta anos fizeram trinta mil certificados.

Percepção

Waldyr começou a entender que a indústria brasileira do fitness estava nascendo, então fez uma feira de negócios com ajuda de colegas dos Estados Unidos, a Ihrsa Brasil. Buscou um lugar, mas onde queria só tinha disponível o estacionamento, ele deu um jeito e fez nesse local mesmo, um exemplo da importância de se adaptar. O evento foi um sucesso, continuou sendo realizado e sempre era bem sucedido.

Ele percebeu que esse mercado é sofisticado, na época era para a classe mais alta, então levou o evento para o Transamérica. Ficou 20 anos com a Ihrsa Brasil, mas com 80 anos se viu pensando novamente no que fazer, pois acreditava que o modelo precisava mudar. 

Novos caminhos

Waldyr fez outro ano sabático e começou a criação do seu sonho, essa história continua em uma próxima publicação aqui no blog.

Gostou deste artigo? Compartilhe:

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest